segunda-feira, outubro 23, 2006

CINEECO'06 - FOTOS

As ovelhas ficaram na Serra, Hermínio viu o filme no Cineeco

A amizade que nos une

O almoço antes da "grande estreia"

Só bons conselhos do pai do realizador[João Pelicano]

Jorge Pelicano com Lauro António

O primeiro [de muitos] autógrafo

Um dia em grande para todos

É isto que nos move e nos faz continuar...
Obrigado!

7 Comments:

Anonymous otnip aluap said...

Fabuloso...simplesmente fabuloso! Espero cruzar-me com o "Ainda há Pastores?" muito para além do Cine'eco. Parabéns Jorge Pelicano.

10:01  
Anonymous uma fã said...

Maravilhoso...
Tem que ser bom, estando la a a melhor jornalista, tenho a certeza que deu tudo por tudo para sair a 100%. Aplicada como ela é...
Parabens tambem ao pastor - que acho que é um herói.
E também ao realizador Jorge Pelicano

Uma fã

11:41  
Blogger #1 said...

Pelo que vejo a opinião é unânime...todos estão a gostar, ninguém consegue ficar indiferente a este fabuloso documentário. Mais uma vez parabéns!!

PS-Tragam o Hermínio para todas as exibições ;)

14:49  
Anonymous A.Vicente said...

O retrato de um problema grave, apresentado de uma forma divertida... com um excelente protagonista.
Parabéns. Até breve

19:46  
Blogger AmanteDoMar said...

Força é a palavra de ordem! Foi necessário muita força de vontade e muita dedicação para este trabalho, que realmente parece ser fantástico! Ainda não vi, mas hei-de ver! Tenho pena de não poder ir à grande apresentação no IPJ, mas a Vida é assim!...
Não hão-de faltar oportunidades de certeza...
beijinhos para todos
Beth

03:50  
Anonymous P. Martins said...

Simplesmente fabuloso...
Uma centena de quilómetros mas valeu bem a pena. Depois da FNAC só faltava mesmo conhecer o Hermínio no CINEECO.
Parabéns a toda a equipa e...
...Jorge continua a mostrar aquilo que de mais genuíno há em Portugal.
Um abraço.

17:22  
Anonymous Anónimo said...

Sem dúvida, um grande trabalho!

Do princípio ao fim, a alma e a atitude de quem realmente acredita!

Confesso, no entanto, que me arrepia aquela realidade...De tão diferente, aparentemente longinqua, mas real, genuína... Principalmente, a realidade escondida nas gargalhadas espontâneas dos dois manos.... Custa-me aceitar que ainda se "roubem" liberdades e sonhos daquela maneira....

Esperamos que nos voltes (em) a surpreender!!

00:11  

Enviar um comentário

<< Home